There is always more then meets the eye!

20
Jun 05

Num deserto inóspito e deserto

A martelo cravei as estacas em terra erma e infértil

Como o ventre de uma mulher que não gera

O deserto não gera vida!

Mas…eu… acampei no deserto!

Cravei as estacas na terra inóspita

Montei com aprumo a tenda e acampei.

Acampei e fiquei

A mercê dos ventos

…dos lamentos…

Da terra deserta do deserto

Que não gera vida…

Só gera tristeza…em forma de vento…
publicado por crowe às 19:03
tags:

Ora bem!! Eu cá nunca acampei num deserto! Mas deve ser preciso estofo para tal! Já os tenho atravessado na vida (quem não tem!), mas tentei sempre nunca acampar, com aquele receio de depois não conseguir levantar a tenda! Cautela ou cobardia? Quando o descobrir, poderei estar mais à vontade para escolher os percursos.Um beijo, Drª!darkeyes
(http://umacoisadecadavez.blogs.sapo.pt)
(mailto:fdarkeyes@sapo.pt)
Anónimo a 21 de Junho de 2005 às 09:31

Junho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
23
24
25

26
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO