There is always more then meets the eye!

07
Dez 04
Hoje deitei-me com raios de luar Cai sobre a terra e cubri-me com eles Com os dedos brinquei a ser pintora... Enchi o negro do céu com pontinhos brilhantes : estrelas! Pensei que a lua estava só Que queria companhia... Diloguei com ela Perguntei-lhe o que via. Ela respondeu-me... mostrou-me! Aquele olho imenso sobre a terra tudo compreendia ... até a solidão... numa qualquer terra, mar ou baía A lua imensa repousava o seu olhar olhava e fazia companhia! Pisquei os olhos cansada ela cubriu-me com manto de noite aqueceu-me com raios de luar
publicado por crowe às 21:27
tags:

E por fim adormeceste.
É sempre esse o fim de tão belos sonhos.
Crowe, só me ocorre neste momento enviar-te uma dúzia de ósculos.
Inté.Espectro #999
(http://visoes.weblog.com.pt)
(mailto:amiljitsu@sapo.pt)
Anónimo a 8 de Dezembro de 2004 às 15:45

Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17
18

19
20
22
23
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO