There is always more then meets the eye!

02
Jul 06
 
Hum…
Este post poderia ter tantos nomes, que não me decidi a dar-lhe nenhum!
Não sei se por cansaço, se por sentir remorsos de dever aos lençóis algumas horas de merecido repouso, se por sentir que a vida é injusta e nós tantas vezes injustamente impotentes, se por revolta revoltante e revoltada com algumas características que se descobrem nas pessoas se por zanga interior comigo mesma por tantas vezes tapar os olhos e não querer ver o que tenho à frente a realidade é que na noite passada dei por mim alheia à conversa que me rodeava e revia mentalmente um tudo de nada.
Seja por daquilo que for… o resultado é mesmo este!
 
As coisas que devo ter deixado no útero de minha mãe com a pressa de conhecer o mundo:
* O gosto pelo cor de rosinha
* O prazer de usar camisolas curtinhas a mostrar a banhoca da barriga ou o prazer visual de as ver passar assim por mim
* O prazer de me levantar umas horinhas mais cedo para passar creminhos, pozinhos, batonzinhos e outros inhos no rosto e parecer pior do que sou ou pareço
* Achar anormal ou aberrante Gastar em livros, cd, vinis, dvd o que outros gastam em malinhas, malões, sapatos e outros
* O ficar contente por me chamarem gaja
* Apelidar, contente da vida os outros de gajos ou gajas
* Usar o lema antes em má companhia que sozinha
* Ficar contente e segura com uma só fonte de informação
* Achar que o que sei chega
* Adorar carneiradas e ter como objectivo de vida ser cor de rosinha e igualzinha a toda a gente
* Andar nas nuvens ((tenho vertigens)) a pensar que o Príncipe encantando anda atrás de mim
* Preferir Pop a Rock
* Pedir desculpas
* Pedir desculpas por não aceitar somente o que me é dado e lutar por mais
* Gostar de pessoas com diarreia verbal fisicamente perfeitas porque são bonitas e preferir a diferença tenha ela a forma que tenha!
* Esconder aquilo que sou!
 Hum…
Este post devia chamar-se: I’m sorry… for be what I am… Fuck you for thinking People are only perfect when they are like you!
 
Solidão é ser o que querem que sejamos e não o que somos!
publicado por crowe às 23:11
sinto-me: hummmmm
música: remy zero

Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

16
17
19
22

23
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

subscrever feeds
links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO