There is always more then meets the eye!

28
Abr 05
Hoje chove cá dentro e o sol brilha lá fora! Senti saudades tuas todo o dia…podia? Queria olhar-te nos olhos e insultar-te… Quebras-te a minha protecção! Avancei com confiança… agora chove cá dentro! O sol brilha lá fora! Mas mesmo assim, senti saudades tuas! Sentes saudades minhas? Moraste na minha consciência tantas horas deste dia Que quando passava perto do espelho parecia ver-te comigo! Para além das saudades ter miragens … podia? Não percebo a saudade…devia?! Estou a fazer as coisas diferentes… A pensa-las, a dize-las, a quere-las! (Tenho saudades tuas) Mudaste-me…quebraste-me os muros… Nunca me permitiste pedir colo… Hoje se to pedisse dar-mo ias? Tenho saudades tuas avozinha! Se soubesses… se me visses hoje… Sorrias? Ralhavas? Aplaudias? Com a tua franqueza e pureza de génio Que me dirias hoje quando te dissesse que hoje: Sinto tanta falta tua? Tenho saudades tuas… podia?
publicado por crowe às 21:18
tags:

fotos_r2_c07.gif                                                         Hoje decidi partilhar a letra desta música convosco!

SE ACONTECER
(Djavan)

As estrelas brilham sem saber
mas cada vez melhor
pois foi só você aparecer
todas desceram pra ver
você brilhar
de cor
o que mais chamou minha atenção
sua expressão sutil
isso eu já não posso esquecer
porque não foi só visão
o coração sentiu
a tenda da noite
enche de sombra
um sonhar vazio
percorri tantas fontes
até ver você
sair do nada
pros meus horizontes
que a manhã
pura e sã
com as mãos de jasmim
vá roçar seu rosto
pro amor ardente
despertar por mim
Deus é pai, vai saber
se acontecer
serei seu até o fim
e em tempo de chuva
que chova
eu não largo da sua mão
nem que caia um raio
eu saio
sem você na imaginação

@Djavan, álbum Vaidade.

  http://www.djavan.com.br/  para quem saber mais é só clicar.

publicado por crowe às 20:31
tags:

O teu sorriso pequenino Num rosto de mulher menina Iluminou-me o caminho nesta noite escura Que escolhi para caminhar. As tuas mãos meiguinhas… As tuas instruções gentis nas encruzilhadas do caminho… …sem nunca me indicares um lugar… permitindo-me…escolhas! O teu olhar paciente e sossegado Reflexo do que és espelhado! São o que guardo de ti, Aquilo que nenhum retrato guarda… a minha memória não esquece… o meu coração não larga!
publicado por crowe às 20:18
tags:

Abril 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14

17
19
20
21
23

24
25
26
27
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

subscrever feeds
links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO