There is always more then meets the eye!

10
Fev 05
Os bons morrem sempre no fim! Mas, não no fim da sua história, e só no fim da sua existência porque alguém assim o decide. (Já consegui que o vosso cérebro desse um nó?) Agora é moda. Fashion! Bem! E pode até ser considerado artístico matar o bom no fim da história ou/e do filme. Relembrem comigo(e só vou falar de filmitos comerciais): TITANIC( O rapaz morre e ela muda de vida), AS PALAVRAS QUE NUNCA TE DIREI( morre no fim) e por ai vamos... Até porque, aliada a esta "mania" de os matar têm ainda a fantástica ideia de tornar os "maus", os vilões, assim...menos maus(Colateral, todas as versões feitas do Liasons Dangereux, fossem elas britanicas ou americanas). Um misto de maldade com sentido ou maldade menos malevola... quase que lhes perdoamos os disparates por causa do passado! Eu sei(sim sei!), que supostamente a arte imita a vida mas, é realmente necessário imita-la desta forma? Não podiam só os maus serem pessoas normais?(Parecem super-humanos: correm mais depressa, são mais inteligentes, ardilosos, têm mais recursos, sangram menos,...) Ai pelo menos nos filmes não nos distorçam mais a vida!!!

Estou tão azul, hoje Que fazia um céu. Sorri, sorrisos azuis e sem brilho de estrelas. Quis sem querer Desejar o indesejavel um céu nocturno com brilho de estrelas muitas...muitas... tantas estrelas.
publicado por crowe às 09:52
tags:

Fevereiro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13
14
15
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

subscrever feeds
links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO