There is always more then meets the eye!

06
Jan 05
Quando todos os cheiros me levam a ti as minhas pernas entrelaçam-se nas tuas Como raízes profundas de árvores Os meus braços só conhecem o calor e o ondular dos teus… Como te posso esquecer numa noite…? Como te posso esquecer numa madrugada, … manhã, … tarde? Que diferença estar frio ou calor? Ser Verão ou Inverno? O meu rio fica preso numa barragem e tu não a és … não estás aqui! (pode tambem ser lido em : http://poiesis.blogs.sapo.pt)
publicado por crowe às 21:35
tags:

Once upon a time In a none existent Kingdome In a none existent world Lived someone I don’t know Somewhere I do not know There was that someone, somewhere And a fairy The fairy was fare and worked her magic everywhere Making someone… somewhere Lived happily ever after In a none existent Kingdome In an inexistent world! The end!

Janeiro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14

18
19
21
22

24
25
26
27
29

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

subscrever feeds
links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO