There is always more then meets the eye!

30
Set 04
Esta noite vou vestir-me de preto Vou largar o azul Que me identifica. De preto vou mergulhar na cidade que me abriga E que me alenta. Vou perder-me nas ruas do Chiado Quando a noite chegar vou dançar ao som dos Toc-Toc dos passos dos outros na calçada da minha companheira cidade(Lisboa). Sem a minha cor Azul Vou vaguear Pelas ruelas,pelas muralhas Pelas torres e pelas fontes Da minha amiga e companheira (Lisboa Cidade) Que me abraça e acolhe Nos seus braços de história e de fado. Vou percorrer as Avenidas As artérias que trazem Vida à minha amiga. De negro vou dançar, esta noite, a outra noite, Todas as noites... Vou dançar nos lugares da cidade Até ela não mais querer abraçar (-me).
publicado por crowe às 22:43
tags:

Gotas pesadas
caem do teu peito
derramadas
desse verde
que ora é azul
ora  cinzento
como no dia em que te conheci
sorriso aberto
menina traquina
para quem é do frio
gelada mesmo
transpiras sensualidade
calor intenso
que faz sonhar
corar até
gotas brotarão novamente
no dia em que nos despimos
nos desnudamos um pouco
mostramos as nossas almas
segredos expostos
falamos da vida
mulher sensível
doce e meiga
de suaves curvas
olhar profundo
longos decotes
que nos faz  sonhar
corar até
hoje pediste-me
que fale de ti 
e eu não sei o que dizer
poderia dizer
que és especial
única
mulher sexy sensual
com sensibilidade
que nos toca
emotiva
simplesmente do caraças
mas isso
já alguém disse.

@Autor: Passodianisto
(mais um brinde... de alguém k felizmente passa_o_dia_nisto. ;))
publicado por crowe às 22:14

Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
20
21
25

26
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

subscrever feeds
links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO