There is always more then meets the eye!

24
Set 04

Quem me dera ter-te aqui,

Rodear-te o corpo como se fosse uma serpente…

Enroscar-me em ti ritmadamente,

De forma quente e sedutora,

Percorrendo-te a pele, centímetro a centímetro,

Tocando em segredo o corpo oculto

Dos teus sonhos!

Quem me dera ter-te aqui e poder perder-me em ti,

Sorver réstias de suspiros da tua boca quente

Serpentear em ti… sem pressas

Numa melodia nossa.

Num coro de suspiros e gemidos mudos.

E antes do fim, poder entrelaçar-me em ti

Perdendo-me no teu olhar

Fruindo do teu hálito quente com sabor a maresia.

E tocar-te, dançando devagarinho, a alma,

Sabendo que eras meu… tal como eu: tua!

publicado por crowe às 01:28
tags:

Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
20
21
25

26
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

subscrever feeds
links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO