There is always more then meets the eye!

10
Mai 09

O meu brilhante amigo Paulo enviou-me esta sua descoberta por terras digitais e eu... que devia estar a analisar um documento de 171 folhas estou p'ra aqui... a partilhar!!!

 

 

publicado por crowe às 18:00
sinto-me:
música: De-Phazz

14
Jul 06

Todos temos, ou deveriamos ter, consciência social e ecológica. Mesmo que não queiramos saber de tudo o que se passa no mundo e o nosso umbigo for aquilo que realmente interessa... este link interessa a todos até ao vosso umbigo!

http://www.themeatrix.com/portuguese/

publicado por crowe às 13:58
sinto-me:
música: Slovo

10
Jul 06

Ultimamente tem me dado para isto! Que fazer...?!?!?!?!

Bem, vinha numa destas madrugadas por uma das nossas estradinhas mal iluminadas com o mais que tudo ao lado e , para não variar, não gostava da maioria das coisas que estava a passar na rádio. Entre um carregar e outro frenético nos botões e o mais que tudo a começar a exasperar inicia-se uma música que está sempre a passar do Robbie Williams. Senti-me iluminada e a conversa que se seguiu resulta neste post. Prestem atenção à tradução dos nomes de alguns cantores, cantoras, grupos e afins de grande sucesso de vendas.((atenção gosto de alguns grupos mas a sua tradução literal é... enfim!!))

Robbie Williams- Robbie é diminuitivo de Robert e Williams é o plural de william o que resulta em Robertinho Gulhermes.

Britney Spears- Britney é diminuitivo de Britannia e Spears é lança e eis que temos uma Britânia Lanças.

Rolling Stones- Pedras Rolantes

Pearl Jam- Compota de pérolas.

Mister Big- Senhor Grande

Faith Hill- Fé na Colina (Monte).

Marshall Matters (Eminem)- Marechal Importa-se.

Depeche Mode- Despacha a Moda(se for do francês)

Korn- Milho

Leftfield- Campo Esquerdo

Coldplay- Brinca frio ou toca frio

Daniel Bedinfield- Daniel (ate aqui nada que saber) cama no campo

50 Cent- 50 centimos

Bush - Moita

Deff Leppard - Leopardo surdo

The Cars- Os carros

Phill Collins- Filipe Colinas

Aerosmith-  Ferreiro Aereo

Annie Lennox- Aninha Lennox

Eagle Eye Cherry- Olho de àguia Cereja

Green Day- Dia Verde

Counting Crows- Contando Corvos

MIke Oldfield- Miguel Campo Velho

Fatboy Slim- Rapaz gordo emagrece

3 doors down- 3 portas abaixo

Alicia Keys- Alicia Chaves

Alien  Ant Farm- Quinta das formigas alienigenas

All Saints- Todos Santos

Avril LAvigne- Avril LAvinia

Good Charlotte- Boa Carlota

E a lista continua... mas pensem lá: se fossem portugueses quem é que lhes comprava os cds? Que editora aceitava este nome? E finalmente... que rótulo teriam eles?

 

 

 

publicado por crowe às 18:57
sinto-me: cheiiiiiiiinha de calor
música: Pink- Just like a pill

16
Jun 06
Estou com crianças todos os dias e com adultos também (uns porque tem mesmo que ser, outros porque não lhes posso escapar e outros porque :) sem eles não posso passar). Pois bem, penso que é do conhecimento geral a vontade voraz que os miúdos têm de ouvir estórias sobre as trepolias que faziamos com a idade deles, como eram as coisas e tudo o resto que aquelas cabecinhas se vão lembrando. E eu contei-lhes à uns dias como eram as minhas férias de Verão...e ao contrário do que é costumeiro as boquitas deles ficaram fechadinhas... Aquilo incomodou-me e perguntei-lhes se não tinham percebido ou se queriam mudar de tema. A resposta veio do mais pespineta... coitadinha de mim que tinha de sobreviver na aldeia quase dois meses, sem internet, televisão por cabo... etc... Contei a conversa a uma amiga que teve uma filha recentemente e ela olhou para mim de olhos arregalados e perguntou-me como iria a filha dela reagir quando tivesse idade para conversarem sobre estas coisinhas pequenas que marcaram a nossa personalidade e moldaram a nossa forma de ser e ver o mundo! E ela tinha razão... pensemos em conjunto: §quando dizemos que iamos para a "terra" dos nossos pais- temos mesmo de lhes explicar que não era casa de férias nem time sharing da família mas sim a aldeia de onde os nossos progenitores são oriundos. §quando lhes dizemos que andávamos descalços no meio da mata ou do pinhal a correr como uns loucos- ele fazem uma caret de dor e de desdém.. §quando lhes explicamos que tomavamos banho o ribeiro, riacho, rio, lago ou qualquer outra poça de água com a roupa do corpo ou em cuecas (quando não era em pelota) - Os rapazes ficam maravilhados mas acham algo de estranho, as raparigas olham-nos como se fossemos tresloucadas. §quando lhes dizemos que levámos com o chinelo e erámos castigados a sério por fazer disparates ou ter dito algo menos agradável(para o gosto requintado) à nossa professora- eles respondem logo e quase em uníssono: NÃO SE PODE BATER NAS CRIANÇAS! §quando lhes dizemos que só havia um televisão em casa e só existiam dois canais- ele passam-nos a mão no cabelo e dizem: coitadinhos eram todos pobres! Iam à Worten, lá as tv são baratas! §quando lhes dizemos que só no Verão podiamos estar na rua até tarde a jogar à apanhada e às escondidas, enquanto as mães conversavam umas com as outras, e nem pensar em ir para bares, cafés ou outros que tais- com esta aniquilamos a imagem cool que poderiam ter nossa. §quando lhes falamos dos tombos que demos a experimentar os carrinhos de rolamentos que contruimos ai sim acabámos de aniquilar qualquer hipótese destes miúdos algum dia nos acharem normais novamente. Mas nem tudo é mau... ou nem tudo é bom((e eis que este não era nada mau tema para este post!!!))... Apesar das experiências que alguns tivemos e hoje muito dificilmente se proporcionam a uma criança nem todas as pessoas da nossa idade e/ou geração são boas, têm êxito ou estão a educar os seus filhos de forma a eles serem o futuro (decente) deste país. Alguns são verdadeiras nódoas num pano. Agora eu pergunto-me: O que será amanhã? O nosso futuro, as gerações que ai vêm... como serão? Aqueles que têm tv no quarto com 50 canais, alguns deles só de desenhos animados, consolas (portáteis e não só), acesso indiscriminado à Internet, saidas à noite para onde querem cada vez mais cedo, alérgicos a tudo o que há na natureza, odeiam vegetais e hortaliças (mais do que nós odiavamos sopa)... bem o que será amanhã? Se hoje trocámos o confessionário pelo sofá do psicologo, o ombro de um amigo pelo palavreado semi-ébrio de um Barman ou os comprimidinhos de um psiquiatra e a alegre converseta por horas à frente de um computador num chat? Não preciso dizer-vos que anseio por ver no que dá...e esperançosamente espero que sejam melhores do que nós!... Acima de tudo desejo que sejam felizes e oiçam poucos NÃO!... esta palavra é muito pouco usual nos novos dicionários! Mas adoro-os... eles estão a experimentar aquilo que tantas vezes desejei que fosse inventado enquanto me escondia no meio do feijoal na horta da minha vizinha, a ser picada por melgas e a manter-me muito quieta para conseguir "salvar todos" num jogo de escondidas enquando rezava às estrelinhas todas que a minha vizinha não percebesse que tinha sido eu a danificar-lhe o feijoal... lol ou a minha mãe não me deixava ir para a terra do meu pai, não podia ver os desenhos animados meia hora e brincar na rua? Ui isso nem pensar! Mas sejam felizes para quando eu tiver cabelinho branco ainda existir mundo ((menos psiquiatras)) e eu poder aprender mais umas coisas sobre os computadores(se ainda os houver) e ouvir-vos contar as estórias da vossa infância aos vossos filhos e ver neles a mesma expressão que hoje vejo na cara das crianças e dos adolescentes!
publicado por crowe às 20:59
sinto-me:

15
Set 04

Van Gogh, Vicent - Wheat Field Wiht Crows, 1890.jpg

(Vincent Van Gogh, campo de trigo com corvos, simpáticamente enviado por Idade-da-Loba) Este é só para apreciarem...


14
Set 04

FonteTelha_8280026.jpg

@ Larga as raízes e .... voa... para lá do horizonte... onde a liberdade és tu! (Fonte da Telha)


12
Set 04

Este post é mais um desabafo, uma situação, uma partilha que qualquer outra coisa... enfim... não é um poema e de poético só mesmo as gargalhadas... Numa das minhas incursões pelos blogs do sapo li um post (para ser fidedigna aqui fica a fonte: http://euninguem.blogs.sapo.pt) em k a autora do blog contava a resposta de uma amiga quando lhe disse que tinha um blog. Eu armei-me em engraçadita e, no outro dia estava, no cafe com os amiguitos e as amiguitas e lembrei-me de dizer aos únicos k ainda não sabiam(tinham estado de férias):

-Oh casalinho sabem uma coisa?!?!?!? (como se isto fosse forma de iniciar um diálogo decente)... Tenho finalmente um Blog! Eu de enorme sorriso...

- Ai sim? Finalmente, estavas sempre a dizer que querias um! E como é ele? Eu muito contente porque os meus amigos sabiam o que era um blog. Respondi-lhe que era de poesia.

- Olha lá mas o cão chama-se Blogue ou Poesia? Olha que não existe raça nenhuma com essas designações...

Preciso de vos dizer que o grupo que estava comigo desatou a rir à gargalhada??? Pois é ... meus amigos, com cursos superiores, idade para ter juizo e utilizadores habituais de internet e não sabiam o k era um blog!...Pior achar que eu denominaria um cão de Blog... ! Só faltava dizerem que tinham vindo a um "site" chamado Asas Negras e que "o" Crowe tinha uns poemas giros em que colocava fotografias tiradas por mim... lol ;P


08
Set 04

Era uma vez… hum, que bela maneira de se começar uma história(qualquer história!)! Infelizmente, as histórias já não são contos de fadas com muita renda e bordado em que há um príncipe (sempre muito bonito), uma princesa(ainda mais bonita) e um final em que todos são felizes para sempre. Era uma vez… era, era! Hum, hum, pois era…! No início do Shrek, o ogre verde, usa o conto de fadas na falta de papel higiénico. Nós, usamo-lo como desculpa para fantasias que não concretizamos e para sossegar crianças (pobrezinhas, passam a adolescência à espera de encontrar o príncipe/princesa que os arrebate de amor e de uma fada madrinha que as irá livrar da sua terrível vida)… Pois é! Fadas madrinhas e príncipes encantados ? Lamento mas, nem em brinde de supermercado, prémio de quermesse, etc… Não há, esgotou! Que bonito seria: um belo príncipe e uma bela princesa num Era uma vez e viviam felizes para sempre (só no fim da história, claro. Porque até lá é fazê-los penar nas mãos de rainhas e madrastas)! Que é isso? Felizes para sempre? O fim? Mas, fim de quê? Então quando nós estamos a perceber a história (a encher a cabecinha de nuvens multicoloridas) é que acabam com aquilo???! Está mal, parece um filme terminado às pressas por cortes orçamentais… ou fazem como o ogre verde e limpam logo o ** aquilo… ou então deixem lá ver como é a tal felicidade comunitária (dava jeito, já que o restante só serve mesmo, para preencher espaço na memória) !

§ Um apontamento em prosa... eu avisei que eles vinham aí! ;) §


02
Set 04

0040072.jpg ... queria perder-me nesta estrada desaparecer naquela curva de caminho e por lá ficar... a ver o sol e o mar.


25
Jul 04

image002.jpg


Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO