There is always more then meets the eye!

30
Jun 05
Por vezes, às vezes Prometemos e juramos Pensamos e cremos… Dizemos baixinho segredando, Dizemos sussurrando ao ouvido, O que queremos! O que não queremos! Pensamos com força (com uma ingenuidade de criança) Esperando que aconteça… e que não aconteça! Por vezes, às vezes Temos receio e quase pavor que os nossos receios sejam verdades reais Que não queremos! Tapamos os ouvidos mas não os olhos Os olhos abertos fixam e vêem aquilo que existe E não cremos… porque não o queremos! Por vezes, às vezes As manchas de negro são extensas E nenhum sorriso meloso Aclara, adoça…cobre ou esquece! Por vezes, às vezes O tempo que levamos a ver é longo Mas um dia vemos… Não cremos nem queremos Mas por vezes, às vezes… Ouvimos e vemos e depois não há tempo que o leve… E…ai… lamento… infelizmente… Não esquecemos! ptgeese.jpg
publicado por crowe às 23:24
tags:

Este e o ultimo posts (instantaneos) estão fabulosos. Gosto da parte descritiva. O medo, a incerteza, o querer e não querer, o ver e não ver... Como já disse uma vez, gosto de «poemas veludo», dos que se sentem. Well done (valeu a ausência de inpiração, para depois termos esta presença). bjspluma
</a>
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
Anónimo a 4 de Julho de 2005 às 09:38

Muito poderoso, sem dúvida alguma, e a forma como o interiorizamos então [...]

One thousand kisses for you, my dear lady.Espectro #999
(http://visoes.weblog.com.pt)
(mailto:amiljitsu@sapo.pt)
Anónimo a 3 de Julho de 2005 às 23:28

Está ao teu nível Drª...com uns chocolatitos à mistura então, ficava perfeito. Beijofdarkeyes
(http://umacoisadecadavez.blogs.sapo.pt)
(mailto:fadrkeyes@sapo.pt)
Anónimo a 1 de Julho de 2005 às 16:28

Há mesmo momentos assim... em que se tem e não se quer, quer o não tem, tem e não tem, vê e não crê, pode mas não deve, deve mas não pode, pode mas não quer... ai já me baralhei toda!!! Eu sou assim! Sou mesmo assim! AHAHAHAHAH Beijo amiga voadora!pataininiti algarvia
(http://bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:pataininiti@sapo.pt)
Anónimo a 1 de Julho de 2005 às 15:14

Crowe é bem verdade que muitas vezes só vemos o que nos convém...e só realizamos as coisas tarde demais. Mas no meu pensar, antes tarde que nunca, mesmo que isso equivala a dor e sofrimento. Adorei ler-te...um beijo nas penas! ::)))igara
(http://www.bloguiando.blogs.sapo.pt)
(mailto:igara@sapo.pt)
Anónimo a 1 de Julho de 2005 às 12:49

Qd cremos no q queros tudo se deveria tornar mais facil .. ou n :s heheeh gostei mt bjokasPasso
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 1 de Julho de 2005 às 10:22

Gostei muito de tudo o que li... Para quando o livro? Beijos.Lobaaaaaaaaaaaaaaa
</a>
(mailto:celiasousa@msn.com)
Anónimo a 1 de Julho de 2005 às 09:42

Aquele click no cerebro que mesmo sofrendo nos liberta. Adorei, gosto tanto de "te" ler. Beijo na pena.bliblibli
</a>
(mailto:bliblibli@sapo.pt)
Anónimo a 1 de Julho de 2005 às 09:17

Junho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
23
24
25

26
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos