There is always more then meets the eye!

28
Set 06

A tua descrição de ti em palavrinhas

Que os meus olhos viram de mim…

Sol

Porque quente, sorridente e ardente o és!

Lua,

Misteriosa, oculta, escondida, alta

Noite e dia… Amanhecer e lusco-fusco

negritude que és num raiar de luz que emanas!

Escorpião liberto e libertino…sagaz, mordaz, incapaz de rendição

Pequena que és… imperceptível quando o desejas

Mortal sem que o saibas… Mortal sem que o desejes…

Mortal porque o és… veneno que invade as veias sem uma só ferroada…

Resistente flexível… aos olhos que te vêem…

Palavras que te descrevem… não te abarcam…

Não percebem…

 

A minha descrição de ti em palavrinhas

Que os teus olhos viram de mim…

@Há palavras que podem nunca te dizer mas ambas as sabemos... não perdoamos nem esquecemos! Beijos minha louca... saudades bojudas(( I may not fix you but ... forever is to long ))

publicado por crowe às 19:58
música: Fix you - Coldplay((porque a adoras miúda))

epa q rica descricao ... veneno sem ferroada?? gostei :) ta mt aprx da realidade penso em de k :s beijo ao de leve p n ser picado :P
PASSO a 29 de Setembro de 2006 às 10:03

Sagaz descrição e sublime remate. Boa semana ;)
Tacitus a 2 de Outubro de 2006 às 15:44

ai Minha Crowe, Ave mais linda, que descrição linda em palavrinhas, daquilo que o coração sente, porque os olhos tiveram a capacidade de olhar com olhos de ver para dentro. O remate então, está fantástico! Há coisas que efectivamente podem não se dizer...mas a verdade, é que nunca se perdoa (perdoar é divino), quanto muito desculpa-se....e no final, restam sempre as memórias de tudo o que não esquecemos! Sabes Crowezinha? Fez-me mesmo muito bem, vir ler-te! E ah... antes que me esqueça... gosto de ti! De coração! :)
beijos beijos muitos! :)))))
igara a 2 de Outubro de 2006 às 17:24

Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
29
30


Porque sim!

links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO