There is always more then meets the eye!

27
Mai 06

Olá, meu(s)  amor(es)

Há tanto que vos queria ensinar

Tantos livros e páginas de vida que deixo por contar…

 

O tempo foi tão curto

E neste momento… com ele a esgotar-se

Queria dizer –te (lhes) que o Adeus não significa um fim…

Não para nós,

não para mim!

 

As páginas ainda por folhear

Trazem o novo mas não apagam o antigo!

Adeus meu (s)  amor(es)!

Quando o tempo finalmente acabar…

Recordarei aquilo que tantas vezes quis esquecer…

Responderei perante a vida… por todos os queixumes

e tristezas de que a culpei porque esqueci… aquilo que ela me ensinou

 

Adeus Amor(es)!

Tempos longos e olhos abertos…

Sem esquecimentos propositados…

Aproveitem os tempos… não reneguem conhecimentos!

@ Foto:Fernando Sousa #Playa del Carmen, México#

@ Porque os anjos estão muitas vezes mascarados, escondidos sob capas e os demónios usam tantas vezes capas de anjos... olhem à volta com atenção e nunca ignorem aquilo qua vida vos mostra! Fiquem bem...

publicado por crowe às 19:28
sinto-me: Saudosa!
música: Roads- Portishead
tags:

Tem piada acabei agora mesmo de comentar um blog em que o tema girava em torno deste teu «post»!!!.
Gostei do poema.

Beijos da Princesa
PrincesaVirtual a 29 de Maio de 2006 às 11:07

Provavelmente o mesmo que me inspirou o poema! O Blog da Igara... Um beijo
crowe a 29 de Maio de 2006 às 18:34

Lindo, encantador, maravilhoso, fantástico.... GIRA!
Continuas a escrever e a encantar-me! Beijos sorridentes em tu!
Lobaaaaaaaaaaaaaaa a 29 de Maio de 2006 às 19:43

Oh Amiga Crowe, agora fiquei que nem sei...realmente, o Adeus, não significa um fim...o adeus manso, que se envolve em memórias doces, que se embrulha em sorrisos, que se reaviva nas lágrimas, faz com que permaneça em nós a memória de quem parte.

Nem imaginas como me sensibilizou este teu poema, pela forma sentida, como me tocou no coração. Gosto de ti Crowe...obrigada! :)
igara a 30 de Maio de 2006 às 13:25

Olá Igarita! A realidade é que o teu post me fez pensar que o tempo de que dispomos nunca é o suficiente pra dizer-mos tudo o que queremos e tudo o que somos! Mas se fomos verdadeiros com as pessoas de quem gostamos e em queremos deixar uma impressão seremos eternos e sempre compreendoidos e lembrados não interessa o tempo que passamos juntos ou o quanto glamorosas foram as actividades e conversas no fim se restar saudade...pode ser tudo!
crowe a 30 de Maio de 2006 às 18:27

vais embora? pa ondi? assim com uma despedida dessas? :s va la volta tas perdoada :) afinal os anjos andam p ai disfarcados, encontramo-los p ai qd menos esperamos :) jokas
passo a 30 de Maio de 2006 às 19:07

Querias que fosse embora mas num bouuuuuuuu... lol é só um poema... beijinhos amiguito
crowe a 1 de Junho de 2006 às 16:56

Adeus... A-aqui D-deixo E-eternos U-uivos de S-saudades. beijos
Butterflyz a 31 de Maio de 2006 às 00:13

Obrigada pela visita!
crowe a 1 de Junho de 2006 às 17:12

Chegar e partir, é assim que corre por entre as veias o tempo, cada segundo que chega, depois de outro e parte antes do próximo chegar. A vida, escondida entre cada salto dos minutos, cobre-nos com o manto da incerteza, deixando-nos a dúvida se aquele que contemplamos é um anjo com cara de demónio, ou um demónio com cara de anjo...
Noite a 5 de Junho de 2006 às 09:39

Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
18
19
20

22
23
24
25
26

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO