There is always more then meets the eye!

24
Ago 04

De onde estava

Assisti à morte de um dia.

Ao enterro suave e ritmado do sol

Nas águas de um mar

E enquanto a luz se extinguia

Eu ficava ali no crepúsculo

Sentindo o mar acalmar.

Enquanto o sol persistia dando luz gaivotas esvoaçavam contentes dançando à sua frente poisando na sua cor... ou pairando sobre ela.

A luz fugia...

E as gaivotas que me serviam de companhia

Naquela praia já vazia... fugiam!

Iam levando a inquietude de um mar... gaivotas.gif

O mar acalmava e ali estava eu…Sozinha!

E chorei sozinha

Um choro profundo do fim de mundo…

Um choro

De lágrimas salgadas

Que chorei por todas as noites e dias

Vazias… sem nadas!

Chorava as lágrimas de um mar

Que tinha cá dentro

Que não guardava sol

Nem lua…

Guardava no mais íntimo de si

Um mundo que como a noite

Que chegava

Não tinha luz… estava no escuro!

Chorava por um fim anunciado

Lágrimas com sabor a mar

Que morriam nos lábios

E lá prendiam a dor

E as palavras… Quando a lua chegou: sorri!

Finalmente percebi,

Até no escuro,

no Nada Há sempre alguma luz, (mesmo que redonda) mesmo que emprestada

Que nos ajuda a afugentar a dor e o

Choro do mundo profundo e escondido

Que temos em nòs... E que é tudo ... não é nada!

publicado por crowe às 13:10
tags:

Cada dia q passa vou conhecendo um pc mais de ti, tanta dor, tanto amor, tanto p dar ... k vai saindo em cada poema q colcas aki .. jokas Passo
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 23 de Setembro de 2004 às 09:25

Crowe, minha linda...onde voas tu? Mais dois dias se passaram e eu plantado à janela e tu sem dar sinais de passagem.Absconditum Mentis
(http://viajantenotempo.blogspot.com)
(mailto:amiljitsu@sapo.pt)
Anónimo a 31 de Agosto de 2004 às 15:12

Crowe, minha linda...onde voas tu? Há dias e dias que me planto à janela para te ver passar e tu nada. Dá sinal de vida. Espero-te no meu território. Até já.Absconditum Mentis
(http://absconditummentis.blogs.sapo.pt)
(mailto:amiljitsu@sapo.pt)
Anónimo a 29 de Agosto de 2004 às 19:34

adorei o teu poema e o teu blog. Se gostas de poesia não deixes de fazer uma visita e um comentário no meu blog em http://poesiaemfolhassoltas.blogs.sapo.pt/
Beijos e bom fim de semana.aaviador
(http://poesiaemfolhassoltas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:aaviador@iol.pt)
Anónimo a 28 de Agosto de 2004 às 17:17

Achei lindo este poema... Gostei do teu blog! Vou aparecer mais vezes! Aparece também no meu! =)pandyxinha
(http://complexus.blogs.sapo.pt)
(mailto:pandyxinha@msn.com)
Anónimo a 27 de Agosto de 2004 às 23:25

Lindo, lindo, lindo ... adorei este .... porque será? :-) Beijo amigoLa Luna
</a>
(mailto:a_ezequiel@iol.pt)
Anónimo a 27 de Agosto de 2004 às 23:10

1ª vez k vim ao teu blog e amei principalmente o poema "só sei" achei lindo. continua, xisilviagil
(http://virofreiraoufufa.blogs.sapo.pt)
(mailto:silviagil2004@sapo.pt)
Anónimo a 26 de Agosto de 2004 às 21:09

Crowe, gostaria de ter uma opinião tua acerca do meu novo espaço na BlogoEsfera[...]Acessas aí, onde diz: Enviado por Absconditum Mentis e vais parar no meu novo território, Chama-se 'Sobre Rodas' (sim, migrei para o mundo do Blogger.com) tem um Template genuínamente meu, as imagens só virão mais tarde, ainda não tirei a fotografia que queria, mas espero uma opinião tua na mesma.
Atenção, comenta no BALROG http://absconditummentis.blogs.sapo.pt e não no SOBRE RODAS http://viajantenotempo.blogspot.com [...] Continua a postar com força e gana e volta sempre.Absconditum Mentis
(http://viajantenotempo.blogspot.com)
(mailto:amiljitsu@sapo.pt)
Anónimo a 26 de Agosto de 2004 às 19:06

Obrigada, aos 3, pela visita! voltem sempre...Crowe
</a>
(mailto:the_crowe_nest@hotmail.com)
Anónimo a 26 de Agosto de 2004 às 18:18

Olá crowe, é para agradecer a visita ao corrupto. Infelizmente e como deves ter lido, continuo a ter alguma dificuldade em ler poesia, até agora só consegui gostar de fernando pessoa,álvaro campos, porque me identificava com muito do que dizia, aliás marcou-me muito. Será isto um preconceito?josesocrates
(http://corrupto.blogs.sapo.pt)
(mailto:josesocrates@sapo.pt)
Anónimo a 26 de Agosto de 2004 às 11:10

Agosto 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

16
17
18
20

22
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos