There is always more then meets the eye!

11
Set 04

From the tip of your tongue

 Thru your mouth

 They flow,

Little words

 I do not understand…

 Jorram do teu interior

Desconexas…

 sem sentido…

 Sem aviso!

Como um segredo

 Há muito guardado

 Num peito encerrado.

They came in to my ears

Thru my head.

Filling her with strange and unfelt thoughts

 I feel chills up and down my spine!!!

(uuuu… humm)

São palavras desconhecidas,

 Palavras nunca pronunciadas.

São como uma respiração curta e entrecortada

 No meu pescoço nú…(and you are milles away)

Welcome words!

I welcome your words,

That I want to know and understand.

Sejam bem vindas palavras sentidas!

Voltem sempre e encham de movimento:

Os lábios, a língua, o palato…

 Dessa boca tão longínqua

Com voz tão meiga e profunda…

So, welcome words

 Welcome the thoughts you say!

Welcome mouth e voice!

 Welcome you and the chills you

 Bring up and down my spine.

publicado por crowe às 01:40


Afinal palavras p k ... ta tudo dito ... apenas nos resta ler e apreciar e deixarmo-nos voar com a autora .. jokasPasso
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 23 de Setembro de 2004 às 09:19

Crowe, minha amiga, não percebo porque não consegues comentar no Terra04 [...] Já lá estão outros comentários...de modo que não entendo o porquê. Ainda bem que adoras a palavra ósculo. É sinal que os meus beijos não são enviados em vão. Ósculos bastante suculentos para ti. Volta sempre.Absconditum Mentis
(http://casual.blogs.sapo.pt)
(mailto:amiljitsu@sapo.pt)
Anónimo a 12 de Setembro de 2004 às 22:15

Mentis seu cibernauta convicto! Mais uma vez dou-te as boas vindas aqui ao ninho das minhas palavras... não consigo comentar nos teus outros blogs mas tenho deixado as minhas impressões no balrog... e sim, este como todos os poemas k ca coloco são de minha autoria.(as excepções estão ou estarão devidamente identificadas)
post scriptum- adoro a palavra osculo é das poucas k não se alterou na passagem do latim para o português. osculos esvoaçantes Mentis.Crowe
(http://asasnegras.sapo.pt)
(mailto:the_crowe_nest@hotmail.com)
Anónimo a 11 de Setembro de 2004 às 20:58

Minha Lobita, minha menina e Srª Amiga!volta sempre ao meu ninho...Gosto de te ter por perto... aqui e em todo o lado!beijos
Crowe
(http://asasnegras.sapo.pt)
(mailto:the_crowe_nest@hotmail.com)
Anónimo a 11 de Setembro de 2004 às 20:54

Crowe, onde tens andado...? Bonito este poema, teu penso eu? ou não? Visita os meus territórios, pois algo de novo anda na Blogoesfera, o quê, prguntas tu? Novos posts, respondo eu...! Ósculos muito, muito suculentos. Volta sempre e até já.Absconditum Mentis
(http://casual.blogs.sapo.pt)
(mailto:amiljitsu@sapo.pt)
Anónimo a 11 de Setembro de 2004 às 18:46

Cara linda...
Perdi-me no tempo, enquanto por aqui vagueei. Gostei do que li, mas particularmente de 'Tempus Fugit'...(só me pareceu que me tinha sido dedicado)...Devemos ter passado por uma situação identica nesta nossa ainda curta existência e que nos marcou profundamente... Eu também tenho um encontro marcado com alguém, que partiu antes de mim sem pedir autorização.
Um beijinho do tamanho do Universo para ti!
Aprecio-te imenso minha amiguinha! Voltarei (prometo)...
Lobaaaaaaaaaaaaaaaaaa
</a>
(mailto:celiasousa@msn.com)
Anónimo a 11 de Setembro de 2004 às 11:22

Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
20
21
25

26
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos