There is always more then meets the eye!

12
Out 04

Respira suavemente,

Pisa Suavemente.

 Caminha devagar mal sentindo o chão

arrastando os pés, como se o teu corpo mármore,

Um respirar curto e entrecortado como se os seus pulmões não conseguissem suster,

 nem que por breves instantes mais um sopro de ar.

Um sopro de vida!

Tentas não pisar uma linha que não vês mas, sentes!

Caminhas pela vida, arrastando os pés

Respirando em esforço,

Sentindo com dor,

O aproximar de uma linha invisível

Que todos iremos pisar...

publicado por crowe às 19:57
tags:

Ate com tal tema consegues fazer um poema ... o fim :S ... ta lindo .. ate parece q temos akela sensação de ver a linha .. mas isso é melhor deixar p daki a mts e longos e bons anos :-) jokasPasso
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 15 de Outubro de 2004 às 10:25

É impressionante como consegues escrever sobre temas tão dispares...lá em cima «o início» aqui o «fim»...gostei.

beijosazulinha....
</a>
(mailto:plumacaprichosa@hotmai.com)
Anónimo a 14 de Outubro de 2004 às 10:15

Outubro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
15
16

18
20
22
23

24
25
27
28
29
30



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos