There is always more then meets the eye!

13
Nov 04
Hoje acordei e uma estranha habitava em mim, A luz rodeava-me, cercava-me por todos os lados Não via nem ouvia nada! Privada de todos os sentidos Privada de mim e da minha identidade Caminhava num chão que não via Gritava, gritos que não ouvia… Hoje acordei! Uma estranha habitava em mim, Reflectia uma imagem que sorria, Hoje acordei para um dia Com uma estranha em mim que não conhecia Me privava de tudo E, que por mais que eu suplicasse não partia! Ontem deitei-me em mim Hoje acordei … num mundo novo para mim Hoje sou estranha em mim!
publicado por crowe às 14:27
tags:

K giro! Acabei agora de ler "O Outro que era eu" de Rubem A. e este poema tem mesmo a ver. Bjs lindaalex do blog
(http://oblogdoalex.blogspot.com)
(mailto:2@hotmail.com)
Anónimo a 20 de Novembro de 2004 às 18:11

... o pior de tudo é mesmo acordar!! Mas não há muitas alternativas, por isso o segredo está .... em voltar a adormecer! E aí, no sono e no sonho, manter a cotação dos beijos e abraços bem em alta!! Assim, quando se acorda, essa recordação acompanha-nos, e faz-nos lembrar sempre um pouco de nós.

Gostei, Crowe!!!
fdarkeyes
</a>
(mailto:fdarkeyes@sapo.pt)
Anónimo a 18 de Novembro de 2004 às 15:03

Eu tb, por vezes qd me vejo ao espelho n me reconheco, n me sinto eu n me revejo nakela figura ... por vezes gostava de voltar uns anos, n mts, e seguir outro caminho, mas como nc me arrependo do q faço sigo em frente e por vezes fecho os olhos ... mas ai ja n existiria este meu novo universo e voces n estariam nele :( jokasPasso
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 15 de Novembro de 2004 às 13:36

Muito lindo Crowe, beijo na pena.bliblibli
</a>
(mailto:bliblibli@sapo.pt)
Anónimo a 15 de Novembro de 2004 às 11:20

Castisa, gostei mesmo muito deste poema, tem "sentido" escrito all-over. Um beijo carinhoso.Mr.Utopia
</a>
(mailto:darkish@hotmail.com)
Anónimo a 15 de Novembro de 2004 às 10:45

Amiga, por aqui andava, lendo e relendo as palavras que aqui se escrevem, quando me deparei com este texto ... li, parei, reli ... fechei os olhos ... e senti ... como é possível estar aki retratado algo que sinto desde o primeiro minuto em que acordei ... é arrepiante ... Um beijo com mt carinhoLa Luna
</a>
(mailto:a_ezequiel@iol.pt)
Anónimo a 14 de Novembro de 2004 às 21:47

Novembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

15
16
17
18
19
20

21
22
24
25
26
27

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos