There is always more then meets the eye!

07
Dez 04
Odeio as máscaras que usas na face e na voz... Odeio sentir-me indefesa pois qualquer estratégia é vã contra um inimigo que não vês. Este jardim de aparências e flores sem vida ou essência entristece-me, enraivece-me e embrutece-me desde o mais simples gesto ao mais elaborado plano. É como se todos os livros fossem crónicas de biquini... como se vivêssemos num mundo alternativo em que se queima a palavra escrita e os bombeiros ateiam fogos (qual palimpsesto ao Fahrenheit do Ray Bradbury). As máscaras que usas, de tantas vezes colocadas já se colaram à pele e sufocaram-te. Não saem! Estás agora entre ti e uma máscara que colocaste e já não consegues descolar. Uma máscara que te impede de ver os outros pelo que são. De ler um livro somente pelo que é: Livro! De rir porque te apetece.
publicado por crowe às 20:54
tags:

Mascaras ... muros .. as pessoas usam-nas p se protejerem ou sera p se esconderem nc consegui perceber la mt bem :s ... mas cada um lá sabera os motivos pq as usa eu pessoalmente nc gostei de mascaras ... e o carnaval é uma epoca q na me diz nada .. mas gostei do poema :)Passo
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 14 de Dezembro de 2004 às 10:27

Odeio estas mascaras...odeio os «muros de berlim»... gostei bastante. :))

beijopluma
</a>
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
Anónimo a 9 de Dezembro de 2004 às 10:48

Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17
18

19
20
22
23
25

26
27
28
29
30
31


Porque sim!

links
as minhas fotos