There is always more then meets the eye!

23
Nov 09

Dia 90

Olá!

Hoje levantei-me a custo, vesti-me com pesar. A chuva que caía no passeio molhava tudo e nunca senti que me tocasse.

Acho que estava frio... à minha volta todos tinham cachecóis e casacos. Eu tinha o meu gorro com a flor rosa e metade da cara tapada com um cachecol mas isso já era costume.

Bebi as minhas doses diárias de cafeína e ouvi as músicas do costume.

Desapertei a camisa branca, que deve ser uns 2 números acima do meu e chutei as fly para cantos opostos da sala.

Deitei-me displicentemente no sofá. O frio da pele que reveste o sofá fez-me  estremecer de frio e mais uma vez agradeci sentir qualquer coisa.

Atirei alguns livros à parede de tédio. Malditas fórmulas que servem para vender livros e os tornam todos iguais.

Senti tédio hoje e agradeci os arrepios de frio e o balançar do meu pé esquerdo que embalava o sofá.

Olhei pelo canto dos olhos e sei quem estava na janela da frente.

Arqueei as costas e fingi não saber que ele estava atrás da tela.

 

Lembras-te?

 

Ela atirou o livro que com as voltas, reviravoltas e flip flaps que efectuou poderia vencer uma medalha olímpica.

Ela espreguiçou-se e as suas costas formaram um arco. A camisa branca, enorme na sua silhueta deslizou...

A mão percorreu lânguidamente o torso e deslizou para o interior das calças. A minha copiou o movimento.Ela olhou directamente para a minha janela.Levantou-se e colou-se ao vidro. Abri a tela e movemo-nos em uníssono. Acabou demasiado depressa e com demasiada intensidade para me aperceber que ela já ali não estava.

 

Dia 100

Olá!

Hoje acordei antes do despertador. O duche foi bom. Lembrei-me de comer!

Ele estava na janela a beber café. Acabei de me vestir semi-oculta na poltrona com um sorriso nos olhos que já sabia que lá poderia plantar .

 

Estava acordado desde o nascer do sol na esperança que aparecesse. Quando ontem apos mais uma sessão de auto-satisfação conjunta peguei na chave do carro e ela me seguiu até à garagem que não penso noutra coisa que não sejam as imagens, os cheiros e as sensações que se misturaram no interior do carro.Se não fosse a realidade que representava o preservativo ia jurar que sonhara. Ela apareceu com um par de botas na mão, o cabelo solto e a camisa aberta.Sei que colei a mão ao vidro pois senti o frio na palma da mão que escaldava.

Little tease!!!

 

Dia 115

Olá!

Hoje senti a chuva na cara o smog nos pulmões e o vento na cara depois de 115 dias sem sentir nada.

Quando recebi uma mensagem que dizia no jardim daqui a 10 minutos estava tão bêbeda, como nunca me lembro de ter estado. De imune a tudo estou estranhamente alerta. Saí do pavilhão de festa com aquele vestidinho horroroso de dama de honor...

Sem saber bem como encontrei-te... ou encontraste-me!

 

Depois da noite no casamento do P. e da R. Parecias fazer parte de mim e ver-te na janela pela manhã e à noite deixou de chegar. Encontrar-te furtivamente duas vezes por dia... nem de perto... Ouvi-te rir e conversar na mesa do café hoje à tarde e queria ter-me aproximado mas enviei-te uma mensagem e seduzi-te no terraço. Saí com a Patt e quase não disfarçava a pressa que tinha em vir-me embora enquanto calçava as botas. Não, não era mesma coisa little tease... não depois de ti!

Cheguei ofegante à janela e vi-te a dormir enrolada no sofá... aproximei o meu da janela e deitei-me ali.

 

Dia 135

Acordei e vi-te a dormir à minha frente. Quase metade dele  a cair do sofá... deveria ter um maior.

Tinha mensagens da Patt a falar no maravilhoso encontro da noite anterior. Passei revista a todas elas... tu acordaste e começaste a despir-te!

Nunca pensei que a  pequena brincadeira... aquela que me dava tanto prazer sensual e me acordou do não sentir nada pudesse causar tantas sensações de dor!

Está escuro e eu estou de costas para a janela... sei que ele está ali... mas não me sai da cabeça a mms em que se vê a tatuagem da tua virilha.. aquela que veio directamente da Patt .

 

Dia 200

Continuo a não me esquecer de comer mas, só sinto dor e irritação comigo!

Fazes-me tanta falta! Ontem foste ao jantar de ensaio do George sozinho e enviaste-me pela enésima vez uma mensagem... Perdeste algum peso!

Só queria que nunca tivesse começado este estúpido...jogo?Coisa? Relação? Contigo... teria ficado melhor se sentir nada durante o resto da vida... sem nunca te ter tido perdi-te! E apesar de tudo... sei que somos sortudos em sentir com a intensidade que sentíamos... Vou a mais uma união entre amigos mas, desta vez vou sentir a dor de estar só... Sem ti e sem ele! Odeio-o por me retirar do estado dormente e entorpecido...

 

Não vou desistir dela!

publicado por crowe às 22:40

03
Nov 09

It is a truth universally acknowledged, that a single man in possession of a good fortune, must be in want of a wife.(Elizabeth Bennet, Pride and prejudice de Jane Austen).

 

It is a truth universally acknowledged... de que eu estou mesmo doente quando revejo todas as séries e filmes baseados nas obras de Jane Austen e umas coisinhas das brontes também....

( Lost in Austen, Pride and prejudice(a série da BBC) e Persuasion... Tânia e Catarina amigas deviam passar por cá...)

 

 

"One man's ways may be as good as another's, but we all like our own best." (Persuasion, Jane Austen)

 

" . . . our pleasures in this world are always to be paid for . . . "(Northanger Abbey, Jane Austen)

publicado por crowe às 19:01
sinto-me: Febril

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30


Porque sim!

links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO