There is always more then meets the eye!

30
Set 09

 Tudo o que sempre desejei foi ser feliz!

Completamente, de fazer inveja, de fazer encher o peito... completamente inebriada e inundada  no sentimento de saber que sou feliz!

Se morresse hoje... perdesse o meu involcro carnal... pairasse num qualquer limbo seria por me ter inundado no sentimento ou na sua total ausência?

Raios se sei!

Nunca conheci ninguém que perante todos os precalços da vida, as coisas a que somos expostos me pudesse mostrar o que era o objectivo máximo e romântico de vida!

Assim, pergunto-me se esta estranha forma de irmos passando por cá, com objectivos completamente utópicos, serão o nosso modo inconsciente de negarmos que teremos um fim. Que esse fim pode ser pouco simpático, que as pessoas que nos cercam podem ser a antítese do que somos e um entrave... será isso possível?

 

Hoje quando me disseram: “É muito bom ter-te por perto nota-se que és uma pessoa muito feliz! Deixas toda a gente bem disposta e feliz à tua volta!”- Senti-me uma mentirosa, dissimulada... e sei lá que mais! Se há algo que neste momento não sou é feliz a 100%, sinto-me contente e alegre em momentos em que decorre o dia mas senti que estava a mentir às pessoas mesmo sem dizer nada. Terei tornado em felizes mentirosas as pessoas que me cercam todos os dias?!

Bem, que sejam felizes...

publicado por crowe às 20:32
sinto-me: pronta para colocar uma toca

27
Set 09

Uma amiga deixou-me um repto... porque aparentemente uso umas expressões que me caracterizam... ficam aqui algumas...

 

 

I don't wear nice bras on the weekend!

Vergo mas não quebro...

Tal como os gatos aterro sempre de pé...

A inveja é uma coisa feia ... mas felizmente o verde fica-me muito bem! (uma adaptação do pea green with envy)

Ai, o meu bando de pássaros amarelos!

Vou abrasar o saldo do CC.

Quem tem uma *** tem tudo!

Café Miserável(desde que não preste chamo-o de miserável)!

(...)

 

 

P:S: vejam Sons of Anarchy (último vício entre uma lista que não para de crescer)

www.fxnetworks.com/shows/originals/soa/

publicado por crowe às 13:27
sinto-me: constipada

15
Set 09

Tantas foram as lágrimas que o rosto igualava o caudal de um rio

Tantas foram as preces que os lábios incharam e se tornaram carmesim

Tantas vezes calaram que os dentes se tornaram celas de prisões

 

Dos teus olhos saíram tantas memórias

Lá li tantos sentimentos que, presa,

Na angustia que não é minha

Sentia o cheiro das tuas íris...

O cheiro do pesar e das Duvidas...

 

(Como podemos sentir saudades daqueles que nem chegamos a ter?

Sentir possessividade amorosa sem ter partilhado o abraço?

É o puro amor, sem mácula, de tal forma imenso e indescritível que se entranha em nós e não sai nunca mais?!)

publicado por crowe às 22:44
sinto-me:

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29


Porque sim!

links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO