There is always more then meets the eye!

31
Out 06

Tenho o que não tenho e sorrio por isso!

Não tenho mas sorrio pela certeza que é minha: o Saber!

Saber aquilo que tenho e aquilo que não é meu...(não tenho)!

Hoje sorrio,

pelo segredo que guardo em mim e só partilho com um alguém...

Porque o segredo é meu, é rico e vibrante!

Pulsa...

Sorrio pelas certezas... porque tê-las ... é senti-las e sabê-las!

 

publicado por crowe às 20:40

19
Out 06

 

No site da Harley Davidson descobri o seguinte, que eles consideram rider creeds, aquilo que para nós seria uma missiva de credo ou de testemunho:

I used to look over my shoulder for the wrong reasons, now I look to change lanes... "FREEDOM"! , por John Burns

clickem no link abaixo e vejam... se vos apetecer, claro!

http://www.harley-davidson.com/wcm/Content/Pages/Riders/Creed_Video.jsp?locale=en_US

publicado por crowe às 19:34
sinto-me:

11
Out 06

Quando decidi que tinha de matar saudades de ti, confesso que mais valia ter ido ao bar mais próximo e emborcar um copo de scotch…com gelo p'ra poder ouvir as pedras a tilintar no vidro!

Nem sei bem o porquê de tanta surpresa…ou desilusão…ou…sei lá.

E até era d'esperar…Afinal tu és um traço! Sempre gostei de passear contigo na rua…Agradava-me ver os outros gajos a olhar…Taras dirão alguns…Mas adorava mesmo…É bem feito…. Houve alguém que disse que "quem com ferros mata, com ferros morre!"…Hoje a esta distância, ainda me custa a perceber onde tinha a cabeça quando te bati á porta… Deve ser aquele tipo de merdas que ouvimos naqueles programas das manhãs da TV… Coisas tipo "destino" e "estava marcado"… coisas que sempre criticámos… Tanto os programas, como quem os apresentava, como os convidados e as monstruosidades que debitavam naqueles minutos em que eram donos de um espaço privilegiado… Mas diga-se em abono da verdade que nós também criticávamos tudo… Sempre fomos muito críticos…e eu sempre fui muito criticável… Mas tenho de reconhecer que eu era assim… Foda-se… A verdade é que eu sou assim… Pelo menos acho que sim, que sou! Sei lá!...

Canso-me facilmente. Sempre insatisfeito com a vida que levo no momento…sempre á procura de uma justificação para quebrar as regras do "jogo"…

Puta que pariu com as regras. A vida é um'aventura que não omite as regras, mas premeia quase sempre quem as consegue contornar…

A verdade (já que falamos de verdades!) é que tu também nunca ajudaste muito. Vivias muito ocupada a inventar as tuas verdades que mantinham arrumadinho esse teu mundo asséptico onde vivias… E acreditavas nesse mundo…ou pelo menos fingias acreditar! (se fingias, parabéns…) e o melhor é que eras feliz…iludida mas feliz!

E nas raras vezes que tropeçaste nas minhas mentiras (sim, também é justo dizer que eu sempre soube manter o jogo interessante e disputado) deixavas a meu cargo o trabalho de esticar o tapete de novo. Acho que me comparavas àqueles mágicos reles, que tiram pombas da cartola. Tod'ágente vê as pombas antes do tempo… Coitados, não conseguem enganar ninguém…mas também deve ser por isso que não têm programas na televisão… A verdade é que apesar de serem uma merda como ilusionistas, quando o número chega ao fim lá se faz o favor de bater palmas!

Tu eras assim… Acreditavas nas minhas palavras… (outra coisa em que sou habilidoso. E há palavras que só se deviam ouvir mediante prescrição médica… São autênticos placebos calmantes.)

Pelo menos eu gosto de pensar que acreditavas, p'ra não ter de pensar que te limitavas a bater palmas enquanto eu sacava pombas da cartola! Mas também agora não interessa muito…

De qualquer modo não podia dizer adeus sem t'agradecer. É imperdoável o facto de nunca te ter agradecido. Mas também…fiz tanta coisa imperdoável!

De qualquer modo agradeço-te agora. Obrigado por me teres viciado no amor (amor não tem p'ra mim a mesma definição que p'ra ti… mas isso já sabes).

Posso ter sido um cabrãozinho, mas não esqueço que foi contigo que me viciei na arte d'amar…

Que sejas feliz…a sério que sim. Sem ressentimentos…Feliz ou iludida…o que te der mais jeito!

Eu vou continuar a tirar pombas da cartola. 'Tá-me no sangue… A verdade é que acho que não serei nunca capaz de morrer sozinho… Preciso sempre d'alguém lá, para no fim bater as palmas…

A propósito, quem é o tipo que m'abriu a porta?!

Jun2006  

@Por  Killimanjardas

publicado por crowe às 18:20
sinto-me:

10
Out 06

O sorriso rasgado nos teus lábios

Apagou o sorriso espelhado nos meus olhos!

A névoa apoderou-se de mim

Ceguei para sorrisos

Emudeci para olhares…

Desnorteei-me no Norte!

 

O sorriso rasgado na tua cara lembrou-me

Os momentos rolados, enrolados pelo chão

Os suspiros quentes

Os beijos molhados

A respiração acelerada

Os olhares brilhantes

Os suplícios suplicantes sussurrados,

Gritados, suspensos, aos meus ouvidos

Olhos lacrimejantes

Pensamentos pendentes

Lábios modiscados

Desejos reprimidos

Consumação de desejos desejados

Sentidos, impressos, martelados

No ar, no olhar, no sorrir

No desnortear, no respirar, na ideia de um …

O Sorriso rasgado nos teus lábios

Que os meus olhos toldados de névoa não espelhavam

Tornou-se um gemido de prazer há muito esperado

Quando o teu sorriso rasgado… rasgou nos meus lábios

E os meus olhos espelharam… o que os teus há muito sabiam!

@ préviamente "postado" no Versus. E sim, eu sei, que já está em reposição mas afinal é um ORIGINAL meu (( =) ))...
publicado por crowe às 22:15
sinto-me:
música: Snow patrol- chasing cars

02
Out 06

Deixei no versus um conto inacabado... aceito, continuações, finalizações e ideias ou somente comentários! Passem por lá... sempre que queiram!

Excelente semana!

publicado por crowe às 19:02
sinto-me:

Ando aqui às voltas para responder ao repto da Igara… e admito que nunca pensei ser tão complicado escolher 6 palavras que me definissem!

A primeira tentativa parecia identificar-me como louca malévola! Ainda pensei que quem lesse aquilo me sugeria para a bruxa ma da Branca de Neve…

A segunda tentativa parecia uma contradição com pernas ((neste caso, letras!)) o que sou muitas vezes, mas não me parecia um espelho do que sou ou do que sinto!

Então aqui fica esta que nem a terceira tentativa é mas, antes uma miscelânia de tudo o que queria ir surgindo entre os dedos e as teclas. Fica o aviso de que muito subjectivo é aquilo que aqui deixarei… afinal aquilo que vejo nem sempre é aquilo que os outros percepcionam! Mas sintam-se à vontade para sugerir…

 

Frontal - Quase o sou de forma Brutal. Não que me dê prazer magoar os outros mas sou, para o bem e  para o mal, muitas vezes aquilo que digo. Odeio joguinhos para chegar onde quero e se vejo digo! ((se está não finjo que não vejo))

 

Sonhadora – Porque  o fui sempre! Porque se sonho quero, desejo e vou atrás… e porque a vida é ou foi ou /e será tantas vezes cinzenta… o sonho alenta e embala. E porque ainda acredito que alguns valores são para manter

 

Rebelde – Também podia dizer que sou rebelde porque sou teimosa. A minha rebeldia foi “doce mania” na adolescência, marca registada toda a vida. Insubordinada, e incapaz de submissão se imposta. E esta palavra levava-me por caminhos… que melhor é que  permaneçam imersos na bruma!

 

Inquieta- Ou Irrequieta. Não consigo permanecer mentalmente sossegada ((e fisicamente também é difícil, com música por perto então… Céus!)). Tenho que procurar sempre mais, ver mais, saber mais, conhecer mais… embora saiba valorizar o que tenho, nunca deixo o antigo por uma novidade…

 

Presente- Porque o mundo gira mais depressa se precisam de mim. Estou sempre lá para aqueles de quem gosto e algumas vezes… para alguns de que não sabia que gostavam ou precisavam de mim…

 

Sensível- e esta vai-me sair a ferros. Esta palavra é de parto difícil porque demonstra pontos fracos na minha armadura… Sou sensível ao que me rodeia e ao feedback que recebo dos outros! ((Não que viva das opiniões que têm de mim… sensível mas segura!)) Sou sensível ao que me rodeia… Transforma-me, completa-me… molda-me…
publicado por crowe às 18:40

Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

subscrever feeds
links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO