There is always more then meets the eye!

26
Set 05

O peito rasgou…


O sangue brotou em borbotões… vermelho sangue, espesso!


Ajoelhei-me na poça do meu próprio sangue e com as mãos vasculhei…


Fiz um buraco no chão… e nada encontrei…


Vasculhei o rasgão no peito


Nas mãos o coração… vermelho sangue… quieto


Sem bater!


Coração vazio… sem vermelho de sangue!


Cai no buraco através da poça do vermelho sangue… espesso


Coração na mão…


Ninguém me via…


Mesmo quem assistia…


Outros risos distraíam


Quem tem dor e não grita não chama a atenção


Não tem chama!


Não brilha!

publicado por crowe às 21:39

21
Set 05

Não me apetece!

Não me apetece não me apetecer!

Não me apetece saber…

Ver… não conseguir esconder!

Não me apetece julgar!

Não me apetece ser enganada… …nem fechar os olhos e não ver…

Não me apetece!

Não me apetece descobrir …nem me apetece nada… nem não apetecer!

Apetecia-me, que fossem como se mostram…

…Apetecia-me não tapar tantas vezes os olhos para não ver!

Apetecia-me sempre: Não me apetecer o que me apetece agora!

Pois agora apetecia-me abrir as janelas e dizer: “Não tapo mais os olhos, já te vi! Entristeci…” Apetecia-me tanto… não ter visto!

Apetecia-me que a verdade não doesse (a valer)!

publicado por crowe às 23:11
tags:

16
Set 05

quadro_mae_e_filho5.jpg

-Mãe, conta-me uma história dos outros tempos!

Ela sentou-se na cadeira de baloiço ao lado da cama da sua menina, pegou-lhe ao colo e embrulhando-a com todo o cuidado numa manta começou.

- Era uma vez no tempo em que as andorinhas voltavam na Primavera e faziam um ninho, ali – e apontou para o beiral – e acordavam toda a casa pela manhã com o seu cantarolar.

-Mãe, conta-me outra vez como eram as andorinhas!

- As andorinhas eram aves negras…

- Mas não eram a mesma coisa que corvos disse ela a sorrir esticando o seu dedinho, tocando num ecrã. Apareceu um corvo.

A mãe sorriu, com aquele sorriso que só as mães têm. Tocou no ecrã e mostrou-lhe uma andorinha.

-Não, não eram como os corvos. Eram diferentes!

- Mãe, conta-me como eram os ninhos daqueles tempos. - E enroscou-se no colo da mãe.

A mãe, como todas as mães, com toda a paciência e o melhor que conseguia explicou-lhe como as andorinhas faziam os ninhos. Os olhos da menina, nublados pelo sono, piscavam e os seus lábios sorriam. A mãe embalava-a com doçura e maravilhava-se com a curiosidade do seu pequeno ser, resultado de amor.

- Oh mãe, se eu adormecer no teu colinho hoje amanhã as andorinhas voltam para o nosso beiral e fazem lá um ninho?

Como explicar à menina que já não havia andorinhas? Que não existiam muitos animais e que os que existiam estavam quase extintos? Como explicar-lhe que a culpa era somente humana e nada alteraria o passado?

- Vamos combinar o seguinte: tu adormeces no colinho da mãe e sonhas com as tuas andorinhas e pode ser que um dia elas voltem e façam ninhos debaixo do teu beiral!

A menina sorriu confiante. Adormeceu a pedir que a mãe lhe falasse mais das andorinhas e a mãe adormeceu-a esperando que um dia a sua menina visse andorinhas.

publicado por crowe às 16:10
tags:

09
Set 05
Artist: Fisher Song: Breakable Album: True North [" True North " CD] From the album: True North, Released 11.14.2000 Interscope Records/Farmclub.com Do you always have to tell him everything On your mind? You know that too much honesty can be So unkind Chorus: And every time you throw him to the floor Why are you surprised to see he's breakable? You always try to find what's holding him Away from you But do you ever see your anger standing there Right between you? And every time you throw him to the wall Why are you surprised to see he's breakable? Tell the world that he's breaking your heart Go tell the world nothing's ever your fault Go tell them all And every time you throw him to the floor Why are you surprised to see he's breakable? And every time you push him to the wall Why are you surprised to see he's breakable? @Também faz parte da banda sonora da season II de Smallville: :)
publicado por crowe às 19:54
tags:

Setembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
22
23
24

25
27
28
29
30


Porque sim!

links
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO