There is always more then meets the eye!

16
Fev 05
Bem vindo à minha verdade! Aquilo que sou! Ao que vivo Sê bem vindo, Fica o tempo que quiseres Passa a limpo as minhas memórias enevoadas Deita fora as minhas dores e mágoas! Limpa-me as gavetas da memória dos pedaços Pedacinhos Pedações De sonhos perdidos Promessas quebradas Amores esquecidos! Varre para debaixo do tapete Os pedaços de mim que estão quebrados Esta noite daremos uma festa Tu, eu e a verdade Aquilo que sou! Um sorriso vazio Um olhar perdido na bruma Esquecido no mundo! Pendura na parede da memória Os “kodak’s” dos momentos bons! A vida continua… Sê bem vindo à minha verdade! Sê bem vindo ao meu labirinto… Sente-te à vontade Para rir, chorar e até criticar Verdades são melhores que mentiras (Visíveis ou invisíveis) Sê bem vindo!
publicado por crowe às 20:03
tags:

Ja fui em tempos varredor, varri um amigo a vassourada, averdade é algo q habita em mim, embora a mnh mae qd eu era pekeno dizia q eu era mt mentiroso, mas mt sensivel, de rir e xorar, alma alegre e bem disposta sempre a cantarolar, mas ao mesmo tempo timido ... revi-me um pc neste teu poem . .como se tratasse de umas mnhs qq memorias .. adorei . .beijosPasso
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 17 de Fevereiro de 2005 às 16:30

Fevereiro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13
14
15
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Porque sim!

links
as minhas fotos