There is always more then meets the eye!

02
Abr 05

Hoje o tempo “come-me” a vontade!

Lambuza-se com ela enquanto as nuvens “chovem”

A vontade é digerida e dela nada sobra…

Eu aqui fico a vê-la ser deglutida sem uma réstia

Pinga, gota, … pequeno átomo para a substituir

 

Em tempo de chuva

Nada subsiste… nem o mendigo da esquina!

Desaparece como que varrido pelos choros das nuvens!

 

Mau dia!

Músicas tristes, semi sorrisos

“Semiverdades”… inspirações?

Nada! O tempo “comeu”!

Zango-me com ele!

Zango-me comigo!

Ai! Um dia de sol

Um céu azul e uma música alegre para trautear

Peço debaixo da cortina de choro

Inspiro! Expiro!

O tempo sorri-me por entre uma nuvem que não “chora”

Os lábios ganham vida e ensaiam um sorriso

O céu mostra-me um raio de cor!

 

A inspiração?

Veio num dia mau… dia de chuva!

A inspiração?

O tempo “comeu”, amadureceu-a, “cuspiu-a” por entre uma nuvem

Inspiração boa ou má?

Não sei… mas eu recebi-a…

Não me larga o rosto

Está enrolada nas palavras que guardo nos lábios

Selado por um sorriso rasgado!

Se te enrolar nestas palavras… as tuas nuvens deixam de “chorar”?

publicado por crowe às 17:34
tags:

Que todos os dias seja bons, mas se nos maus fazes poems destes ... como será a inspiração num dia bom :-))) .. q chova sempre q seja preciso :-) Passo
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 4 de Abril de 2005 às 09:07

o tempo é assim...interfere ... mas não na tua inspiração :))) beijo
pluma
</a>
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
Anónimo a 3 de Abril de 2005 às 11:21

Abril 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14

17
19
20
21
23

24
25
26
27
29
30


Porque sim!

links
as minhas fotos