There is always more then meets the eye!

28
Abr 05
Hoje chove cá dentro e o sol brilha lá fora! Senti saudades tuas todo o dia…podia? Queria olhar-te nos olhos e insultar-te… Quebras-te a minha protecção! Avancei com confiança… agora chove cá dentro! O sol brilha lá fora! Mas mesmo assim, senti saudades tuas! Sentes saudades minhas? Moraste na minha consciência tantas horas deste dia Que quando passava perto do espelho parecia ver-te comigo! Para além das saudades ter miragens … podia? Não percebo a saudade…devia?! Estou a fazer as coisas diferentes… A pensa-las, a dize-las, a quere-las! (Tenho saudades tuas) Mudaste-me…quebraste-me os muros… Nunca me permitiste pedir colo… Hoje se to pedisse dar-mo ias? Tenho saudades tuas avozinha! Se soubesses… se me visses hoje… Sorrias? Ralhavas? Aplaudias? Com a tua franqueza e pureza de génio Que me dirias hoje quando te dissesse que hoje: Sinto tanta falta tua? Tenho saudades tuas… podia?
publicado por crowe às 21:18
tags:

As saudades... podemos tê-las sempre, e ainda bem que as temos. É sinal que as pessoas de quem temos saudades fizeram parte da nossa vida de uma forma que nunca vamos esquecer... beijoelsa
(http://delirios2004.blogs.sapo.pt/)
(mailto:bbbb@sapo.pt)
Anónimo a 2 de Maio de 2005 às 23:37

Olha fizeste-me xorar :-(( tb tenho imensas saudades da mnh :-(( ta lindo este teu poema .. so posso dizer q de certeza q n te ralhava, q iria sentir mt orgulho na netinha q tem :-)) beijosPasso
</a>
(mailto:Passodianisto@hotmail.com)
Anónimo a 29 de Abril de 2005 às 09:11

Abril 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14

17
19
20
21
23

24
25
26
27
29
30


Porque sim!

links
as minhas fotos